Praça das Cabeças, o Rio Ganges da Praia Grande

Quem ainda não viu as fotos que estão circulando na net dos farofeiros usando a Praça da Paz, vulgo Praça das Cabeças de piscina/banheiro??



E aquelas outras fotos de vandalismo com os enfeites de Natal decapitados na entrada da cidade??

Claro que a má educação de alguns que vem pra cá é notável, no entanto, por onde anda a Guarda Civil Municipal? Por onde andam as 1.500 câmeras que fazem dessa cidade uma das mais vigiadas do MUNDO?

São inauguradas bibliotecas nos terminais sem o menor critério sobre quem pega ou deixa de pegar o livro. Ao que me cabe, qualquer um pode pegar o livro e revender em qualquer feira do rolo litoral à fora.

Se visibilidade em época eleitoral é o que vale, então esse chafurdar que vimos na Praça das Cabeças de R$ 12.000,00 a cabeça foi um tiro no pé, afinal, vimos duas coisas:

Alguns do que vem para a cidade deveriam ser proibidos de voltar e o poder de manter a ordem na cidade está terrivelmente abalado.

FUJAM!

Anúncios

Publicado em 02/01/2012, em Agenda PG e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. aqui na praia de frente a vila caiçara, nos feriados prolongados ou férias de final de ano, virá o inferno na terra….turistas mal educados que não conhecem o senso de ser ridículo, desconhecem a educação e o convívio social…..bebem demais, olham as mulheres com cobiça, sujam tudo, ouvem funk/forró/sertanejo no último volume, enfumaçam as ruas com churrasco de carne de terceira, alugam casa de 1/2 quartos para 20/30 pessoas, gritam/brigam entre si, estacionam de frente as garagens dos moradores fixos, na praia jogam areia nos demais, não respeitam os limites alheios, emporcalham a areia com restos de alimentos, fraldas cagadas, latas/garrafas de refri/cerveja, usam drogas na frente dos outros e por fim trazem nas bagagens ladrões e bandidos de todas as espécies.
    não há policiamento preventivo militar/municipal/civil, não há hospitais/ubs para um surto de virose como ouve no final de 2010……enfim, não há como suportar tantos turistas, falta infra-estrutura em todas as áreas.

  2. Dulcineia x.s.

    Pena que a nossa praia,e tudo isso que foi comentado, estou falando que a prefeitura se preocupa somente em aumentar o nosso imposto para as pessoas pensar que temos coisas diferentes,e tb. sabemos que temos muitos ratos de praia tomando conta da nossa cidade, háaa o seu Roberto Francisco, devem saber e não quer fazer nada, que pena, por isso na próxima eleição toda a população, colocar xxxxxxx em tudo.quem sabe não mudamos para melhor……

  3. Gente a nossa guarda municipal só ta servindo pra fazer passeata com aquele que vai na frente de blazer preta achando que é do MIB ou do FBI e ATRASANDO o lado de quem ta trabalhando, so porque ele é sobrinho do nosso querido vice-presidente ele conseguiu um cargo aqui e esse cargo dele só ta servindo pra não fazer nada. e o desatre ta acontecendo e a gente tambem não toma providencia nenhuma; ALGUEM TEM QUE SER COBRADO, ou vai ser isso ai, se todos cobrarem dos vereadores que nós votamos ai já vai ser um bom começo.

    abraço !!!!!!

  4. Odete Fabio ded Souza

    Pra começar esse povo que vem na Praia Grande pensa que aqui é terra de ninguem, realmente a coisa ta feia pq a guarda municipal é só pra se aparecer em eventos muitos fogos e muito barulho e nós moradores estamos aguentando td isso calados….cade nossos vereadores que tem a obrigação de cuidar dessa cidade……socorroooooo.

  5. Carlos Rimonatto

    Sempre foi assim.. Praia Grande será a terra dos “farofero” a diferença é que agora eles descem serra de carro financiado e não mais de ônibus. A guarda municipal deveria chamar guarda Real porque só serve para fazer a segunça das festas da realeza da cidade. A culpa na verdade é sua que não sabe votar..

  6. CADÊ OS GUARDAS MUNICIPAIS PARA CUIDAR NA NOSSA CIDADE? DEPOIS DIZEM QUE NÓS SOMOS ÍNDIOS.

  7. O pior é que ainda saem metendo o pau na Praia Grande, que é terra de bandidos, farofeiros e pós de ratos sendo que os maiores maloqueiros e pós de rato vem de São Paulo. É triste ter que conviver com isto. Na temporada não podemos sair com nossos filhos no calçadão por causa dos assaltos. É um absurdo sr ROBERTO FRANCISCO..

  8. Nilze Grisolio

    Concordo plenamente com o post, meu pai já dizia que: “Praia Grande era terra de ninguém”, pois quem vem para cá pensa que aqui não mora ninguém, não tem bebês que dormem, doentes que precisam de sossego, bebem, brigam e emporcalham toda a cidade.
    Precisamos de mais orientações para esses usuários de temporadas… se reclamamos ainda somos ofendidos

Deixe seu comentário :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s